A Calculadora de Nível de Dificuldade de Subidas para Ciclistas

calculadora de nível de dificuldade de subidas para ciclistas

Update 12/12/16 – ATENÇÃO: As calculadoras de pressão de pneus, de quadro e de subidas do Aventrilha.com.br estão passando por problemas técnicos. Peço compreensão se por ventura você não conseguir utilizá-las.


Ok, eu vou ser vem sincero com vocês: Sabem aquela marcação de subidas que vai de 4 a 1, e depois ainda tem o HC (Hors Categrie – Fora de categoria)?

Pois é, sou um grande crítico dessa fórmula. As regras para determinar se uma subida é HC, 1 (muito difíceis) ou 4, 3 (mais fáceis) são um pouco confusas e muitas vezes nem parecem ser uma regra. Alguns problemas dessa marcação:

  • A HC muitas vezes é o nome dado para uma subida de dificuldade 1 quando ela é a última de um dia numa corrida profissional
  • Essas subidas geralmente fazem parte do mundo do ciclismo de estrada. Não há diferenciação entre dificuldade de uma subida de 15km no asfalto contra uma de 15km na terra (todos sabemos que a de terra é mais difícil)
  • No Brasil pouquíssima gente diz “tal subida é categoria 1”. Eu pelo menos nunca ouvi um de meus amigos comentar sobre uma subida dessa forma.
  • Subidas de 2km de extenção ou de 500m de extensão ficam sem marcação. Mas nós, como amadores, precisamos de uma ferramenta para marcar também esse tipo de subida, pois fazem parte constante de nossos pedais.

Sendo assim, resolvi criar eu mesmo para o blog Aventrilha de Mountain Bike uma calculadora de dificuldade de subidas: A Calculadora Aventrilha de Nível de Dificuldade de subidas!

Como a calculadora funciona

Os critérios levados em consideração para dar um nível de dificuldade a uma subida foram:

  • A inclinação média em %
  • O ganho de elevação em metros
  • A altitude máxima em metros
  • O tipo de superfície da maior parte da subida: terra, paralelepípedo/bloquetes, asfalto

Esses atributos são os mais importantes quando se trata da dificuldade de uma subida. “Mas, Fernando, por que a distância não está aí??”

Simples. Se uma subida tem inclinação média de 10% (ou seja, ganha 10m de elevação a cada 100m pedalado), e o ganho de elevação é 1000m, já sabemos que a distância percorrida é de 10KM! Ou seja, incluir a distância seria redundante.

Além disso tudo, todas essas informações podem ser encotnradas na parte superior dos segmentos do Strava:

Capture-3 A Calculadora de Nível de Dificuldade de Subidas para Ciclistas

Ou seja, basta colocar 7%, 1384m de altitude máxima e 615m de ganho de elevação e pronto: Terás um número!

Essa foi a mesma conta utilizada para escrever o post As 5 subidas mais difíceis do Brasil no Strava.


A Calculadora “Aventrilha” de Nível de Dificuldade de Subidas

[CP_CALCULATED_FIELDS id=”1″]


O significado do resultado

  • SUBIDAS D: Abaixo de 15 – Grau de dificuldade BAIXO. Subidas curtas que iniciantes podem realizar sem paradas. Sessões planas também entram aqui.
  • SUBIDAS C: De 15 a 18 – Grau de dificuldade MÉDIO-BAIXO. Subidas mais exaustivas que ciclistas com alguma aptidão realizam sem paradas
  • SUBIDAS B: De 18 a 21 – Grau de dificuldade MÉDIO-ALTO. Subidas pesadas que talvez tenham picos de inclinação. Ciclistas com alta aptidão realizam sem paradas.
  • SUBIDAS A: Acima de 21 – Grau de dificuldade ALTO. Subidas bem duras, longas ou de inclinação pesada que ciclistas de ótimo preparo físico percorrem sem realizar paradas.

Conclusão

Espero que essa ferramenta possa ser utilizada em seu dia a dia como ciclista. Quer aprender mais do mundo do Mountain Bike? Curta a fanpage no Facebook e se inscreva na newsletter logo abaixo:

 

  • leandro

    Vales fera,muito esclarecedor.tem alguma dica do trecho de ouro fino a Bueno brandao,poois achei o pedsl muito dificil,sao trinta km de subida kkkkkk

    • Valeu, Leandro!

      Aquela região é braba mesmo! Bueno Brandão fica numa das partes mais acidentadas do oeste da mantiqueira.

      Forte Abraço!

  • ticão

    Tem alguma subida de renome (rs) aqui em Araraquara ou região?

    • Hahaha
      Tem não, Ticão!

    • Valentim Scalon

      Ticão, esse Bueno Brandão é bem diferente de Bueno de Andrade, rssss

  • João Nogueira

    Boa tarde Fernando, tudo certo?
    E a trilha Óleo – Pico do Gavião em Andradas MG?

    Abç

    • Olá João.

      Está se referindo às 5 subidas mais difíceis do Brasil? Se sim, ela não teve pontos suficientes para entrar, apresar de ser beeeem dura!

      Abraços

  • Elicio

    conheco uma subida bem forte, foi incluida numa porva rankeada pela cbc em maratona. E a subida da 7 curvas!!! em venda nova do imigrante ES, IMPRESSIONANTES 14,8 de inclinação media, 340 de ascenção em 2km, chegando a altitude de 1110. alem de ter uma vista incrivel, sofri pra subir ela com 15 minutos.

  • Poderia haver um app dessa calculadora!

  • FAbiano

    Boa noite Fernando, achei muito legal a calculadora sobe a dificuldade das subidas, uma pergunta, vc não considerou subidas em trilha, single track por algum motivo? Muito legal o texto das subidas de MG, adorei, pena que são muito longe de BH.

    • Boa noite, Fábio!

      Na realidade, o fato de não ter incluido uma pontuação especial para single tracks é que é muito complicado via imagem de satélite determinar se a subida é single ou estradão. Para facilitar meu trabalho (admito) resolvi assumir estradas de terra e single tracks com a mesma pontuação.

      Forte abraço!

  • Daniel Oliveira Machado

    Pô, como sempre, manda muito bem nos temas e na forma de explicitar!! Essa calculadora é interessante, útil, mas não pode ser levada ao pé da letra, ela nos dá um norte! Penso que precisamos incluir mais algumas variáveis para ela se aproximar mais da realidade, por exemplo, calculei 4 seguimentos que adoro em Minas Gerais: Vitorinos Full, Ladeira do Xebé e Subida do Seca Bucho e queima as pernas no município de Sacramento e Capela UP no município de Delfinópolis. Na pratica a sensação de dificuldade é muito nítida nessa ordem: Ladeira do xebé > Subida do Seca Bucho e queima as pernas > Vitorinos full >>>>>> Capela UP. Está ultima anos luz mais difícil. Conhecendo elas, suspeito do seguinte: tanto vitorinos quanto Capela, existe um alivio no meio dos seguimentos, o que leva a média de inclinação pra baixo. porém, quando ” o trem fica feio” a inclinação extrapola os 25% facil! Me parece que relação dificuldade e média de inclinação, fica comprometida. é apenas uma suspeita! Mesmo asism parabéns!