As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

As subidas mais difíceis de São Paulo! Bem, como sabemos, o estado de SP é recheado de serras, montanhas e morros.  Já reparou que no Logo da Aventrilha mostro a paixão por montanhas? Pois é. Já vimos anteriormente num post original do Aventrilha as 5 subidas mais difíceis do Brasil, utilizando também a ferramenta Strava para fazer essa pesquisa.

Porém muita gente – muita gente meeeesmo – me mandou mensagens perguntando “mas cadê minha subida?”. Bem, para simplifcar, vou fazer uma série de posts mostrando as top 10 subidas de vários estados do Brasil, começando com as subidas mais difíceis de São Paulo (por ser meu estado).

“Para entrar no Ranking de subidas mais difíceis de São Paulo, o que era necessário?”

Os seguintes critérios:

  1. Ter mais de 5% de inclinação média – assim cortei segmentos muito longos, de 40km, que não eram só da subida em si, mas de um trecho plano anterior ou posterior.
  2. Ter mais de 20 pessoas que percorreram o segmento no Strava – para não ser algo que só um grupo de amigos fez uma vez, por exemplo
  3. Ter seu início e seu fim dentro de SP
  4. Ter mais de 50% de seu trajeto dentro de SP

Se você quiser saber saber mais critérios utilizados no ranking , basta acessar a calculadora de dificuldade de subidas que eu criei. Agora, sem mais delongas, vamos lá:


10ª – Serra nova de Campos do Jordão

Correção: Anterioremente a Serra nova de Campos do Jordão ocupava o décimo lugar. Alguns leitores me alertaram da subida de Ilhabela para a praia de Castelhanos. A subida tinha passado batido mas agora entra na lista, desbancando essa décima colocada. Em décimo lugar fica:

 


10ª – São Francisco Xavier até  a divisa de Minas (SJC)

Subidas-mais-difíceis-de-São-Paulo-SFX As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

Nem todo mundo sabe que São Francisco Xavier faz parte de São José dos Campos. E que lá começa uma das subidas mais difíceis de São Paulo. Nota do autor: Eu tive o (des)prazer de subir e descer pedalando essa subida em duas ocasiões diferentes e posso dizer que a coisa é tensa!

Subindo quase que ininterruptamente até a divisa de Minas Gerais, a subida é mais curta e que a anterior, porém leve em conta que a estrada toda é de terra, esburacada e cheia de pedras, mais íngrime e não tem comparação: Nono lugar merecido!

-Distância percorrida: 11,1km
-Ganho de elevação: 732m
-Inclinação média: 6,59%
-Ponto mais alto: 1449m
-Superfície: Terra
-Pontuação Final: 20,36

(Veja aqui o segmento no Strava)


9ª – Volta de Castelhanos (Ilhabela)

Castelhanos-Subidas-mais-difíceis As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

Agora sim, ela é honrada com um lugar na lista. A ida para a praia não é a parte mais dura, e sim a volta, com distância mais longa inclinação maior que a ida.

Quem já foi sabe: A dificuldade vai além da estrada bem esburacada e da subida longa e íngrime. Há também o fator elevada umidade do ar. Quem vai para lá volta pingando. Mas vale a pena: é certamente um dos locais mais belos para se pedalar no estado!

-Distância percorrida: 8,30km
-Ganho de elevação: 8682m
-Inclinação média: 8,21%
-Ponto mais alto: 695m
-Superfície: Terra
-Pontuação Final: 20,725


8ª – Estrada Sertão da Bocaina “Brastel”  (Bananal)

Subidas-mais-difíceis-de-São-Paulo-Brastel As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

Ok, veja bem! o Brastel está entre aspas! A famosa subida Brastel, em Bananal, não é exatamante como essa. Quem é da região sabe do que estou falando. A nossa oitava colocada, na verdade, desvia pela terra e a coisa fica bem mais séria que a continuação pelo asfalto.

Com uma das maiores inclinações da lista, a subida só não está mais bem posicionada no ranking de subidas mais difíceis de São Paulo pois não é toda de terra – boa parte é em asfalto. Mesmo assim, duríssima!

-Distância percorrida: 10,2km
-Ganho de elevação: 871m
-Inclinação média: 8,54%
-Ponto mais alto: 1342m
-Superfície: Terra/asfalto
-Pontuação Final: 21,59

(Veja aqui o segmento no Strava)


7ª – Subida da Serra do Mar (Ubatuba)

Subidas-mais-difíceis-de-São-Paulo-ubatuba As 10 subidas mais difíceis de São Paulo
Foto aŽrea disponí’vel para compra (licenciamento) no banco de imagens Fotografias AŽreas: www.fotografiasaeres.com.br/banco-de-imagens/

E essa, meus caros é a segunda e última subida de asfalto de nossa lista de subidas mais difíceis de São Paulo. Se fosse de terra estaria em terceiro lugar. Mas não deixa de ser muito dura.

O trecho é um pouco perigoso para ciclistas, por ser extremamente sinuoso e sem acostamento. Mas ainda sim, é uma bela de uma subida, saindo do nível do mar e pulando para mais de 1000m de altitude!

-Distância percorrida: 9,2km
-Ganho de elevação: 974m
-Inclinação média: 10,59%
-Ponto mais alto: 1008m
-Superfície: Asfalto
-Pontuação Final: 22,33

(Veja aqui o segmento no Strava)


6ª – Serra dos Marins (Piquete)

Subidas-mais-difíceis-de-São-Paulo-Marins As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

Ah, o Pico dos Marins. Se você gosta de uma aventura, precisa subí-lo a pé! Pegue um dia para fazer essa trilha maravilhosa. Um bom ponto de partida é Piquete, que abriga o início dessa subida que leva até o bairro dos Marins, ponto de partida para quem vai fazer a caminhada até o cume.

A subida está aqui, na lista de subidas mais difíceis de São Paulo, e não é a toa: é incrivelmente dura, longa e íngrime, chegando a seu fim no Strava a incríveis 1444m de altitude em relação ao nível do mar.

-Distância percorrida: 12,7km
-Ganho de elevação: 900m
-Inclinação média: 7,09%
-Ponto mais alto: 1444m
-Superfície: Terra
-Pontuação Final: 22,53

(Veja aqui o segmento no Strava)


Está curtindo esse post?

Então curta nossa página no Facebook também:

 

Continuando…


5ª – Subida da Serra da Bocaina (Arapeí)

Subidas-mais-difíceis-de-São-Paulo-Arapeí As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

Peço aos leitores que me ajudem: Não consegui achar o nome adequado dessa subida. Tenho quase certeza que o pessoal da região deram outro nome pra ela. Mas bola pra frente.

A subida colossal, em Arapeí, abre nosso top 5 em grande estilo. Longa, íngrime e em estrada de terra, ela avança sentido a Serra da Bocaina num morro de tirar o fôlego! Ufa. Quinto lugar!

-Distância percorrida: 12,3km
-Ganho de elevação: 894m
-Inclinação média: 7,27%
-Ponto mais alto: 1417m
-Superfície: Terra
-Pontuação Final: 22,63

(Veja aqui o segmento no Strava)


4ª – Pico do Lopo (Joanópolis)

Subidas-mais-difíceis-de-São-Paulo-Lopo As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

Vou confessar: Fiquei em dúvida em incluir essa na lista ou não. O Segmento possui apenas 4 “percorridas”, porém um outro, logo atrás, vem com dezenas de ciclistas que por lá passaram. Interpretei isso então como um certo equívoco do sistema – até porque eu mesmo já passei lá)

Vamos então: A subida do Pico do Lopo pode ser feito tanto por Extrema (MG) ou Joanópolis (SP), a dificuldade de ambas é parecida, porém enquanto do lado mineiro há bloquetes e calçamento, do lado paulista é estrada de chão! Com praticamente 9% de inclinação, quem conhece sabe: o Lopo é bruto, uma das subidas mais difíceis de São Paulo.

-Distância percorrida: 8,7km
-Ganho de elevação: 781m
-Inclinação média: 8,98%
-Ponto mais alto: 1634m
-Superfície: terra
-Pontuação Final: 23,42

(Veja aqui o segmento no Strava)


3ª – São José do Barreiro

Subidas-mais-difíceis-de-São-Paulo-Barreiro As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

Mais uma que vou admitir: Não consegui encontrar em lugar algum como o pessoal da região chama essa subida. Se souber, deixe nos comentários que modifico aqui.

De qualquer forma, essa subida é a mais longa de toda a lista de subidas mais difíceis de São Paulo. Com impressionantes 20km de extensão, abrimos nosso top 3 com estilo. Se você gosta de tirar o dia para fazer um pedal longo com sua turma, considere a região e a subida desse colosso!

-Distância percorrida: 20km
-Ganho de elevação: 1184m
-Inclinação média: 5,92%
-Ponto mais alto: 1708m
-Superfície: Terra
-Pontuação Final: 24,47

(Veja aqui o segmento no Strava)


2ª – Subida da Madeireira (Bananal)

Subidas-mais-difíceis-de-São-Paulo-Bananal-2 As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

Bananal: A única cidade do estado a possuir duas subidas no ranking de subidas mais difíceis de São Paulo. A subida da Madeireira é também a mais curta. Como veio parar em segundo lugar? Pois é também a mais íngreme, com impressionantes 12,10% de inclinação.

A subida chega ao segundo lugar com apenas 24 percorridas. Porém suficiente para possibilitar que a subida fizesse parte da lista. Eu realmente não conheço essa muralha, mas só de ver sua descrição já fico empolgado em pedalar pela região!

-Distância percorrida: 6,9km
-Ganho de elevação: 835m
-Inclinação média: 12,10%
-Ponto mais alto: 1405m
-Superfície: Terra
-Pontuação Final: 26,86

(Veja aqui o segmento no Strava)


Antes da primeira colocada:

É serio! Se estiver gostando desse artigo, curta nossa fanpage! Assim você não perde mais nenhum artigo legal como esse do mundo do Mountain Bike e do Ciclismo:

 

Continuando…


1ª – Estrada das Pedrinas (Guaratinguetá)

serra-da-mantiqueira-11 As 10 subidas mais difíceis de São Paulo

That’s right! A primeira colocada é a famos Estrada das Pedrinhas – Gomeral. Com Impressionantes 1863m de elevação em relação ao nível do mar – disparado a mais alta da lista de subidas mais difíceis de São Paulo – a subida também bate quase todas as outras na maioria dos quesitos.

Por ser popular entre peregrinos que partem rumo Aparecida, ela geralmente é utilizada como descida. Porém pode ser uma excelente opção de pedal fazer o sentido contrário, subindo sentido Campos do Jordão. A subida já havia figurado na lista das 10 mais difíceis do Brasil – que você pode conferir aqui – e agora ganha seu lugar mais alto no podium.

-Distância percorrida: 16,1km
-Ganho de elevação: 1244m
-Inclinação média: 7,73%
-Ponto mais alto: 1863m
-Superfície: Terra
-Pontuação Final: 27,03

(Veja aqui o segmento no Strava)

Quer saber a pontuação da sua subida?

Basta acessar a calculadora de dificuldade de subidas que eu criei para organizar essa lista e fazer o cálculo lá

Fique mais!! Leia outros artigos de Mountain Bike do Blog Aventrilha. Sugiro esses aqui:



Aproveite para se inscrever na nossa Newsletter logo abaixo, assim você tem acesso à artigos exclusivos que mando por email.

  • Lupércio Fróes Junior

    Sou ciclista á ,15 anos perfis 7 caminhos da Fé, sou de Franca .acabei de fazer li neste mêz e confesso que nunca enfrentei tal situação ao descer está serra das pedrinhas,desafio total ela é muito difícil precisei de muita calma e técnica para desce lá. Pois estava sem o freio trazeiro. Assim q cheguei na pousada Monte Verde confesso q disse naquele momento que síria a última vez.

    • Olá, Lupércio.

      Que relato!! Espero que você volte a fazer o caminho. Realmente, a estrada das Pedrilhas é famosa por sua dificuldade técnica até na descida.

      Abraços!

  • Lupércio Fróes Junior

    Serra das pedrinhas,tem que ter raça para enfrera lá .boa sorte pra quem for desce lá vá com fé . Maria passa na frente.

  • A Luminosa (Campos do Jordão) é bem foda
    A Serra de Maresias também podia entrar numa lista mais ampla, acho eu

    • Olá, Du,

      Você diz a subida de Luminosa que chega por Minas Gerais? Se sim, aí ficaria para a lista desubidas mais difíceis de MG! Rsrs

      Abraços!

  • castellanos – ilhabela

    • Olá, Alexsandro,

      Fui para Castelhanos de bicicleta em 2012. É bem dura, tanto a ida como a volta (talvez a volta seja um pouco mais). Porém a subida não obteve pontuação para figurar no top 10.

      Abraços!

      ERRATA: A subida de Castelhanos faz parte agora da lista!

  • Alexandre

    Olá amigo, e a subida do quebra pernas em luminosa? É mto difícil tbm. Pq não foi pontuada? Em Botucatu tem subidas insanas por onde passou o Warm-up que tbm não foram citadas. Enfim, tem mtas outras.

    • Olá, Alexandre!

      A subida de Luminosa tem seu início e boa parte em Minas gerais.

      Realmente, tem muitas outras. Utilizando o Strava, porém, e colocando no Explore Segment e selecionando subidas apenas categoria HC e 1, já dá pra ver quais são realmentes as melhores.

      Abraços!

  • Marcus Vinícius Teixeira Pelegrine

    As 10ª,9ª,7ª,Já fizemos de Bike, BMC (Bikeiros de Moreira Cezar), a 6ªfiz de Bike até ao acampamento base e depois subi o Pico Dos Marins, 2400m, Piquete minha terra, meu torrão natal, onde resido. A 1ª fizemos de São Luiz do Paraitinga à praia grande ( Ubatuba), bate e volta. As que faltaram fica como sugestão.

    • Boa noite, Marcus Vinícius.

      Que sensacional! Subir de bike até o acampamento base e continuar a pé. Deve ter sido uma viagem memorável.

      Forte abraço!

  • Cicero Antunes

    Vish só coisa braba pra subir, mas tem uma em SP que chama Morro da Casinha, que liga São José dos Campos a São Francisco Xavier. São 3km bem sofridos, e a descida já do lado de SFX é mto perigosa, pois da pra pegar um velô mto grande e se não tiver a moral, cair ali é perigoso de mais, já teve relatos de uma ciclista morrer nesta descida. Quem tiver a oportunidade de ir, vá!

    • Boa noite, Cicero.

      Boa dica, já subi alguns morros alí da região, como o que chamamos em Atibaia de “morro do delícia”, que chega na saída de Monteiro Lobato. A região é toda montanhosa demais. O paraíso do MTB! rsrsrs

      Abraços

  • Aquela vista em São José do Barreiro é do Pico do Tira Chapéu. Talvez seja esse o nome que procura. É apenas uma das melhores e mais bonitas da região. Quem já foi, jamais esquece!

    • Boa noite, Lauro.

      Muito obrigado pela informação. Realmente, só de ver a foto já percebe-se que o lugar é mesmo encantado… e íngrime rsrs.

      Abraços!

  • Mariana

    A terceira subida, em São José do Barreiro é a SP 221, Rodovia Francisca Mendes Ribeiro, porta de entrada do Parque Nacional da Serra da Bocaina.
    AbC

  • Carlos

    Amigo, a Serra do Paiol é duríssima!!! Não deveria constar da lista???

  • Fernando

    Meu amigo, boa lista mas faltou uma: a estrada da Campista, saindo de São Bento do Sapucaī em direção à Pedra do Baū é provavelmente a subida de asfalto mais dura do estado. E fala um ciclista que jå subiu Ubatuba, Anchieta, Campos, Rio do Rastro e um longo etc. Vale conferir (de speed, para os mais valentes)!

  • Rony Keller Galvão

    https://www.strava.com/segments/5611206 — Subida do Alex/ PQP
    25,726 pontos na calculadora
    431m ganho
    1016m altitude máxima
    15,4% inclinação média

    Já subi a 9° e 10° da lista
    São subidas difíceis mas a maioria sobe. Agora o PQP merece o TOP 3 com certeza… Não tem descanso e termina em 400m de single track semi impossível de zerar.
    Na região de São José não conheço subida pior

  • Lucas Cunha

    Só descobri o site hoje e já vi que faz um trabalho diferenciado. Parabéns. Gostaria de saber se alguma dessas subidas passa pelo Caminho da Fé. Grato pela atenção.

    • Boa tarde, Lucas

      Muito obrigado pela mensagem! Fiquei muito contente em ler seu comentário 🙂

      A Estrada das Pedrinhas faz parte do Caminho da Fé – porém é utilizada como descida. Na lista das subidas mais difíceis de Minas Gerais há a de Luminosa, que compõe o Caminho.

      Forte abraço!

  • João Carlos V Ferreira

    Resumindo. A melhor região de São Paulo para pegar subida é o Vale do Paraiba e Litoral Norte, que faz parte da região do Vale. Amo morar nesse lugar!!! E olha que faltou a subida do Paiol em São Bento do Sapucai.

  • Emilson Pareschi

    A subida 9ª – Volta de Castelhanos (Ilhabela) consta com 8682m de elevação. Acredito que esteja errado esse valor (quase a altura do Everest, rs). Não olhei se já haviam relatado essa falha.

  • Jonatas Ribeiro

    Também tem a serra de maresias, indo de Boiçucanga pra lá. Ela tem 400 metros de altura em um trajeto sinuoso de 3km. Apenas imagine a inclincação!