1, 2 ou 3 coroas: Saiba o ideal para você no MTB

A ideia de andar com duas coroas numa mountain bike é bem recente. Os primeiros grupos  surgiram com mais força no mountain bike por volta de 2010, com as grandes fabricantas, Shimano e Sram, apostando alto na ideia.

Com a introdução de cassetes com a maior coroa com 42 e até 50 dentes, já deu para pensar numa coroa única na frente. A Sram chegou a afirmar que nunca mais fabricaria um câmbio dianteiro para suas linhas de transmissão de ponta.

Mas aí você se pergunta: É para mim? Não vai faltar marcha na subida e na reta? Hoje você verá quais as vantagens e desvantagens de ter a bike com uma, duas e três coroas.

Por que os fabricantes resolveram tirar coroas da frente?

Por quatro motivos:

O primeiro é também o mais óbvio: Menos peso. E se falarmos da transmissão com uma coroa só, menos peso ainda pois não há nem passador nem câmbio dianteiro. Talvez isso não faça muito sentido para nós, meros mortais com nossos kilinhos a mais da lasanha de domingo. Porém no nível Schurteriano de MTB, cada kg conta.

O segundo é a diminuição no cruzamento de corrente. No sistema de 3 coroas, quando a coroa maior é utilizada com uma marcha maior no cassete – a sétima, por exemplo – há o chamado cruzamento de corrente. Esse cruzamento pode diminuir a vida útil da corrente, coroas e do câmbio traseiro.

O terceiro serve para o sistema com só uma coroa. Por não haver a necessidade de passar marchas com um cambio dianteiro, essa coroa é desenvolvida para “agarrar” a corrente. Dessa forma, a chance dela escapar para dentro ou fora diminui muito.

O quarto e último é o da praticidade: Uma bike com somente uma coroa, sem câmbio e sem passador dianteiro torna a manutenção da bike mais simples. Menos manutenção = mais praticidade.

Ok, deu pra entender que o sistema com uma coroa é em teoria melhor que o de duas e três coroas. Mas aí fica a pergunta:

“Não vou ficar sem marchas se diminuir o nº de coroas?”

Essa é a maior dúvida de quem pensa em diminuir de 3 para 2 (ou de 3/2 para 1) coroas. Por ter um alcance menor de marchas na frente, evidentemente haverá um limite mínimo e máximo de velocidades menor para você pedalar. Para quem pedala em regiões com subidas muito longas e íngrimes sempre rola a expressão “vai faltar marcha”.

Acontece que existem algumas calculadoras na internet que mostram a velocidade que você pedalaria com cada marcha. Elas mostram tabelas grandes e cheias de números complicados. Aí eu resolvi simplificar seu significado aqui.

Para realizar essa simplificação, vou considerar que todos estivessemos usando um cassete  moderno de 11 marchas, de 11-42. Uso isso sabendo que estou escrevendo esse artigo em 2016 e que nos próximos anos o cassete 11-42 (e até o 11-50) vai desbancar o 11-36.

Além disso, estou considerando também que você pedale com uma cadência de 90rpm – ou seja, que a cada minuto você dê 90 voltas completas com o pedal. (Isso é muito importante para as simulações abaixo!)

Vamos lá então, mostrar qual seria a sua velocidade em cada uma das configurações de coroas:

3 coroas : 22-32-40

  • Combinação mais pesada de marchas: 40 x 11
  • Combinação mais leve de marchas: 22 x 42
  • Velocidade pedalável máxima nessa combinação: 45km/h
  • Velocidade pedalável mínima nessa combinação: 6,4km/h

shimano-3v 1, 2 ou 3 coroas: Saiba o ideal para você no MTB

“Mas, Fernando, eu consigo pedalar a menos de 6,4km/h!!”. Sim, amigo, eu sei. Por isso disse que é importante lembrar que eu estou considerando 90rpm. Se você pedalar numa rotação mais lenta, de 55rpm, por exemplo, você conseguirá pedalar até a 3,9km/h.

Continuando…

2 coroas: 24-36

  • Combinação mais pesada de marchas: 36 x 11
  • Combinação mais leve de marchas: 24 x 42
  • Velocidade pedalável máxima nessa combinação: 40,4km/h
  • Velocidade pedalável mínima nessa combinação: 7,1km/h

gx-2v 1, 2 ou 3 coroas: Saiba o ideal para você no MTB

1 coroa: 32

  • Combinação mais pesada de marchas: 32 x 11
  • Combinação mais leve de marchas: 32 x 42
  • Velocidade pedalável máxima nessa combinação: 36km/h
  • Velocidade pedalável mínima nessa combinação: 9,4km/h

1418752209504-wcaxobjj3vtp-960-540 1, 2 ou 3 coroas: Saiba o ideal para você no MTB

Podemos ver a partir das 3 configurações que a velocidade máxima e mínima são bem diferentes. Ao passo que com uma única coroa você pedalaria a 9,4km/h na 32×11, a velocidade mínima da configuração de três coroas seria de 6,4km/h.

Se começarmos a mudar a cadência usada de  90rpm veremos diferenças ainda maiores. Como disse, existem calculadoras que fazem esses cálculos por você. Eu até criaria uma nova aqui no aventrilha, como a calculadora para saber a pressão ideal de seu pneu de mtb, mas existem outros recursos muito bons na internet. Recomendo usar a da Bike Calc que apesar de estar em inglês, é bastante autodidática.

“Mas afinal, qual número de coroas é ideal para mim?”

Vamos facilitar. Leia as perguntas e tente se enquadrar em uma das questões:

  1. Você precisa mudar de marchas com muita agilidade em suas competições e trilhas altamente técnicas? Tem preparo físico de destaque e o que importa é a performance?
  2. Você é um mountain biker que gosta de pedalar em trilhas e single tracks, mas também passa bastante tempo nos estradões? Gosta de fazer pedais bem longos de mais de 100km mas também pegar trilhas?
  3. Você gosta de passear, realizar cicloviagens longas e não tão técnicas? Passa a maior parte do tempo com sua mountain bike no asfalto ou no estradão?
  4. Você curte os outros posts do blog Aventrilha, como o das 5 subidas mais difíceis do Brasil?

Se você respondeu sim para a primera pergunta, você deveria pensar em adotar uma única coroa.

Se seu sim ficou com a segunda pergunta, então considere pedalar com duas coroas.

Identificou-se mais com a terceira pergunta? Talvez o ideal para você seja o tradicional sistema de 3 coroas.

Agora, se você se identifiou com a quarta pergunta, então certamente você deveria curtir a fanpage do blog de Mountain Bike Aventrilha e conhecer outros artigos que escrevo de MTB:

 

“Mas agora tem cassete com coroa de 50 dentes!!”

Verdade. Maaaass… não facilita tanto assim.

sram-eagle 1, 2 ou 3 coroas: Saiba o ideal para você no MTB

Usando uma coroa de 32 na frente com 50 atrás, sua velocidade de pedal em 90rpm será de 7,9km/h. Ainda sim bem pesado! Eu ainda sim me ateria a resposta das perguntas que fiz logo acima. Se você passa muito tempo em estradão ou asfalto, acredito que a tecnologia de 1 coroa não é para você.

Eu vou convessar que por ter praticamente parado de andar em estradão e asfalto com minha mountain bike recentemente, ví nas trilhas e single tracks que pedalar com duas coroas faz muito sentido! E ainda mais sentido ainda teria se tivesse uma só. Questão de opinião…

“Fernando, eu quero converter minha bike com 3 coroas para 2 ou 1 coroa. Como faço isso?”

Felizmente, você pode ler um artigo aqui no blog Aventrilha que explica passo a passo como realizar uma conversão de 3 coroas para 2 coroas ou mesmo 1 coroa. Basta clicar na imagem para aprender como fazer a conversão.

xtr-1-2-3 1, 2 ou 3 coroas: Saiba o ideal para você no MTB

Como converter seu pedivela de 3 coroas para 2 ou 1 coroa

Esse era um post que inicialmente só quem estava cadastrado na newsletter da Aventrilha recebeu. Eu geralmente mando um artigo exclusivo por semana para quem está recebendo a newsletter, portanto se você não quiser perder artigos como esse, cadastre-se! Você encontrará a caixinha para deixar seu email logo abaixo.

  • Gustavo
    • Olá Gustavo!

      Deixe seu email alí em cima, no campo “Receba nossa newsletter”

      Abraços!

  • Gustavo

    Eu tenho um grupo Alivio da Shimano 27v (9v atras e 3v na frente) que comprei zerado ano passado, preciso trocar meu cambio traseiro pois ele está bem ruim qse estragando, qual cambio vc recomendaria, visto que no momento não gostaria de mexer no cambio dianteiro?

    • Boa tarde, Gustavo.

      Olha, depende bastante do quanto você exige do seu câmbio. Eu tive um câmbio Alivio 2015 9v que aguentou o tranco por bastante tempo. Eu colocaria um novo câmbio Alivio no seu caso. Vem com tecnologia Shadow, presente nas linhas mais top da Shimano.

      Há outras opções da Sram. Porém nunca utilizei produtos da marca então não posso opinar.

      Abraços!

  • Saleth

    Quero

  • Marcelo padilha

    Ano passado estava usando 27v em uma bike 26 , este ano migrei pra 29 com 20v sendo que uso 26/38 nas coroas , foi difícil acostumaras hj e tranquilo, e quando uso outra bike acho estranho

    • Boa tarde, Marcelo.

      É uma baita mudança mesmo. Mudou o tamanho das rodas e a transmissão de uma vez! É verdade: Quando se acostuma nem queremos voltar atrás. rsrsr

      Abraços!

  • Neuvimar Antônio Cunha

    Matéria muito boa, sem complicações e bem didática.

  • Eae Fernando tudo blz?

    Hj tenho uma relação 27v (coroa 22/32/40) e cassete 12-36

    Quero trocar minha relação, estou em dúvida entre 2×10 ou 2×11, acho que minha relação mais leve da conta (22/36) qual indicaria.

    A minha resposta no artigo está mais para segunda, gosto de trilha, estradões e vou para competições regionais.

    Desde ja agradeço!
    Abraço

    • Fala, João Paulo!

      Rapaz, acho que é essa a escolha mesmo. Eu uso o 24/38 e vou trocar pelo 22/36 quando comprar um kit novo.

      Abraços!

  • Felipe Maia

    muito bom artigo, mas não concordo sobre a relação 12v
    essa relação tem um range de 500% pois é 10-50. se usado a coroa 38 ficaria pesado, mas ainda da para subir.
    n acho certo calcular a velocidade e sim a redução. vc faz no caso 38 dividido por 50. nesse caso da 0,76, ou seja a cada 1 volta no pedivela a roda da 0,76. mas se for ver na relação 34/50 da 0,68 e é uma boa redução na pratica. o 32/50 da 0,64 e assim já esta ótimo. pedalo com uma relação 22/36 e subo morros com ela so para descançar de tao leve que é. detelhe que minha bike pesa 16kg.
    mas vamos pensar em uma coisa, se vc tem uma bike mais leve(11,5kg para baixo, ate 12kg)vc precisa de menos força para leva-la para cima. assim como é mais fácil levantar 10kg do que 15kg, é mais fácil empurrar uma bike de 11kg do que uma de 13 kg(ou 16kg). nesse caso vemos que a transmissão 1×10, 1×11, 1×12 ou ate 1×9 é perfeita para bikes mais leves, pois n precisa de uma marcha tao leve para levar essa bike para cima.se minha bike pesasse uns 13kg eu com certeza montaria um sistema de 9v ou 10v com uma coroa 34 e um cassete 11-42. a minha bike é 27v e o k7 é 12,36, nesse caso faria 1×9 com coroa 34/12 e 34/42. mas já estou me preparando para tentar reduzir peso ano que vem, ou simplesmente comprar uma mais leve.
    espero ter ajudado. fica a dica

    • Boa tarde, Felipe!

      Você tem razão no seu ponto. Acredito que a forma de calcular a partir da redução é muito válida. Quanto à redução de peso, também gostaria de reduzir uns quilinhos da minha bike. Enquanto o $$ não estiver tão fávoravel, mais ser mais fácil perder uns quilinhos na base do regime mesmo! hahahah

      Abraço!

  • Luiz Prado

    Boa tarde amigos!
    Gostei do conteúdo e da forma como são discutidos. Gostaria de tentar contribuir.
    Achei a colocação do Felipe bastante pertinente sobre calcular a relação de transmissão pela divisão do número de dentes da coroa pelo número de dentes do cassete.
    Para ter uma forma de comparação mais precisa é importante levar em consideração o tamanho da roda.
    Assim o parâmetro de comparação ficaria em metros por pedalada, ou seja, a cada volta completa no pedivela a bicicleta se desloca um valor em metros.
    Resumindo: Então para calcular a relação de transmissão dividir o número de dentes da corôa pelo número de dentes do cassete e multiplicar pelo perímetro da roda. Será obtido um valor, cuja unidade é metros por pedalada. Quanto maior o valor em metros por pedalada mais ” dura ” é a relação.
    Deixando as contas de lado, gostaria de fazer algumas considerações.
    Antes de optar por uma relação de marchas mais restrita, pense se você conseguiria subir uma subida forte após ter pedalado uns 80 km. Nessa hora você vai sentir saudades de uma relação 22 x 34 ou 36 por exemplo.
    Exemplo: Muitos ciclistas fortes tiveram que empurrar a bike no Letape Brasil por estarem entre outras coisas com uma transmissão inadequada.
    Enfim, acho as alternativas colocadas no post são uma boa orientação, mas sugiro analisar bem antes de fazer modificações.
    Eu uso tripla na frente shimano xt 22, 32, 44 e 11 x 34 atraz numa specialized stumpjumper 29 hard tail. Pode parecer estranho, mas uso a mesma bike tanto para asfalto como para trilhas bem técnicas.
    Até mais
    Luiz Prado

    • Andre del Cacho

      também uso essa relação, ou seja, pau pra toda obra!

    • Eugenio Bignes

      Luiz, uso a mesma relação Pedivela Deore 44-32-22 para 11-34, numa Rockhopper Expert 2018, show de bola, (asfalto-trilhas técnicas)a única relação que hoje “ficaria” perto da que estou usando agora poderia ser 38-26 para 11-42.. (11V), como dado extra mudar de 3×9 para 2×11, como exemplo, “economiza” 250grs aproximadamente usando uma pedivela Deore para uma SLX, com mov central incluso e calculo da diferença do peso dos dois cassete..

  • RRN

    Atualmente estou querendo trocar minha bike pois a minha já é praticamente “old school”…está nova, mas tem seus quase 10 anos quando disco hidráulico erra pra nave espacial!
    Quando vi os modelos atuais com aquela coroa minúscula vi que tinha coisa errada no modelo que me interessou pois justamente o que foi tratado nesse tema foi o que pensei: isso aí não é pra mim.
    Depois de escutar do vendedor que aquilo era o top do momento e tendencia do mercado vi que muita gente estava comprado o novo e errando feio na escolha.
    Hoje sei que pelo uso que faço da minha bike aquele conjunto seria a maior furada e nem sempre a novidade é o melhor pra você!

  • Léo U. Hull

    Excelente artigo, parabéns!

    • Fernando – Aventrilha

      Valeu, Léo! 🙂

  • Bruno Mangilli

    Ótimo post e as perguntas no final ajudam o leitor! Muito top. Andei aproximadamente 600km com uma coroa de 32 e 11/36 em terrenos diversos, realmente não me adaptei pois ando muito em estradão, acaba faltando pedal. Vou voltar para 2×11

  • limalima2

    Posso colocar um cassete de 11vel. Com 3 coroas na frente, dá certo?

    • André Mezabarba

      Tem que ver se a coroa é compatível com a corrente, pois esta é mais fina e pode não encaixar nos dentes da coroa.

  • André Mezabarba

    Por curiosidade, quanto dura uma corrente de 11v e principalmente, qual a relação de durabilidade entre ela e uma de 9v?

  • Mauro Luiz Braz

    Explicação simples e objetiva, muito bom. Tenho uma dúvida, veja se pode me ajudar, tenho uma bike com 3 coroas (antiga) com coroa 48X38X28 e cassete de 7 velocidades, na época fiz um upgrade e a nova tinha 46X36X26 a qual nunca me achei. Não estou para fazer trilha “no momento” mas tenho interesse e eis a dúvida? Se fizer um novo upgrade para as bikes atuais com aro 29 e dupla coroa vou me achar? Qual seria a melhor relação para as atuais? abraço

  • Eduardo Jorge

    Me incluo no item 2 e recentemente coloquei uma relação 22/36 x 11/46 qual sua opinião ?